Como Investir > Consultar FAQS

Consultar FAQS

1 - Sobre a Bolsa de Valores de Cabo Verde

1.1 - Porque é que houve necessidade de criar a BV em Cabo Verde? Qual é a real função da BVC? Como funciona a BVC?

A Bolsa de Valores de Cabo Verde (BVC) foi criada pela Lei nº51/V/98 de 11 de Maio, com o intuito (a necessidade) de se colocar ao dispor do desenvolvimento da economia de Cabo Verde, possibilitando às empresas o acesso a um vasto leque de mecanismos alternativos de financiamento e, em condições mais favoráveis do que o financiamento bancário. A Bolsa dinamiza mecanismos internos de poupança, o que se traduz em vantagens substanciais para os que detêm excedentes de capital, bem como a promoção da entrada de capitais externos se as instituições forem estáveis e se estiverem salvaguardados os direitos dos investidores.
 
A Bolsa tem por objecto a realização de operações (compra e venda) sobre valores mobiliários, como acções obrigações.
 
Sendo a bolsa um mercado como outro qualquer, o seu funcionamento passa pela existência de compradores e vendedores de títulos (investidores) através dos intermediários financeiros. Ou seja, numa operação sobre valores mobiliários os investidores terão que recorrer aos IFs para investirem na Bolsa. De resto, essas operações podem ser consideradas do mercado primário ou do mercado secundário.

 
1.2 - Quais os principais objectivos da BVC? Que produtos comercializa a BVC?

Além da realização de operações sobre valores mobiliários, a BVC tem como objecto:
  • Gerir o mercado de bolsa e dos sistemas de negociação de valores mobiliários;
  • Gerir o sistema centralizado de registo de valores mobiliários escriturais;
  • Prestar outros serviços relacionados com a emissão e negociação de valores mobiliários que não constituam actividade de intermediação;
  • Realizar actividades de investigação, consultoria, divulgação, promoção ou formação que contribuam para o crescimento equilibrado e sustentado dos mercados de capitais Cabo-verdiano;
  • Criar e manter departamentos, de carácter científico e técnico, tornados necessários ou convenientes à melhor realização do objecto social.
A Bolsa, neste momento comercializa acções e obrigações (do estado e privadas). Poderá ainda comercializar fundos de investimento.
 
1.3 - Gostaria de conhecer a bolsa. O que devo fazer? Onde se pode encontrar publicações e folhetos da bolsa?

A Bolsa possui um escritório na cidade da Praia, Rua Largo Europa Nº16 Achada Santo António, para conhecer de perto é só dirigir-se à instalação. Encontrará aqui no site www.bvc.cv várias informações sobre a bolsa, o seu funcionamento, como os produtos que irão ser emitidos e os que já foram. Qualquer dúvida entre em contacto com a bolsa.
Neste site e em alguns jornais pode encontrar publicações da bolsa. Os folhetos são disponibilizados nas agências bancárias, nos aeroportos, na própria bolsa e em algumas empresas.

 
1.4 – A BV realiza actividade de compra e venda de valores mobiliários. Quem vende e quem compra na BV?

Na bolsa qualquer investidor pode comprar ou vender títulos. No entanto são os intermediários financeiros (bancos) que recebem as ordens de compra e de venda dos investidores e introduzem no sistema de negociação da BVC (que é electrónico), que por seu turno executa (sozinho) as ordens aos melhores preços.
 
1.5– Quais são as vantagens em investir na bolsa?

No caso das obrigações pode usufruir de taxas de juros mais atractivas do que as oferecidas pelas instituições bancárias, logo se quiser colocar a sua poupança a prazo, através da compra de obrigações terá maiores ganhos.
No caso das acções é uma forma mais acessível de fazer parte de empresas que até então considerava interessante e que sempre quis fazer parte. A forma de compensação pela compra de acções é através da distribuição de dividendos.

 
1.6 - Quais são os passos que uma oferta tem de seguir para lançar os seus valores na bolsa?
Quem é que estabelece o preço inicial da negociação?

Para se lançar uma oferta pública de venda (OPV) ou de subscrição (OPS), as entidades oferentes devem:
  • Estar na posse de pelo menos 10% do capital social da empresa. No caso de OPS – Obrigações o montante a emitir tem que ser no mínimo de 20.000.000,00. No caso de OPS – Acções os resultados não distribuídos do último exercício, não devem ser inferiores a 100.000.000$00, o montante a emitir tem de ser superior ou igual a 50.000 acções.
  • Elaborar o Prospecto e o Anuncio de lançamento (em que a BVC dá todo o apoio necessário a custo zero).
  • Fazer o registo da operação junto do Banco de Cabo Verde. (segue em anexo o regulamento nº 1/2000 do BCV sobre estes processos).
O preço inicial dos valores em causa é estabelecido por entidades especializadas em avaliação de empresas. 

1.7 - Investidor da Bolsa significa o mesmo que comprador da bolsa?
 
O Investidor é aquele que compra ou vende e pode ser uma pessoa qualquer. Não existem compradores nem vendedores da bolsa. Existem sim, intermediários financeiros. 

 
1.8 - A quem se deve contactar quando se quer adquirir algum valor na BV? Quais são os passos que se dá para adquirir valores mobiliários na BV?

Deve-se dirigir aos IFs (os bancos autorizados a exercerem actividades de intermediação financeira). São eles neste momento: BCA, CECV, BI, BAI e BCN.
Para se investi na BVC é necessário:
  1. Possuir uma conta bancária num dos IFs
  2. Preencher um formulário específico para o efeito, disponibilizado no site da BVC e nos balcões dos bancos.
  3. Em qualquer balcão existente em Cabo Verde pode-se dar ordens de compra ou de venda.
1.9 - Qualquer pessoa poderá comprar na Bolsa?

Sim. 
 
1.10 - Como é que se procedem as negociações na BV?

A execução dos negócios é feita através do sistema de negociação denominado de Quote drivem.
Depois de serem introduzidas as ordens, o sistema de negociação funciona normalmente consoante o horário de negociação. 
Os negócios são efetuados em três momentos. Às 9 e 30 – Leilão de Abertura, entre 9:30 a 14:00 e Quote Driven e às 15:00 – Leilão de Fecho.  
Nos horários de Pré - Abertura e Pré – Fecho, não se executam quaisquer negócios. Contudo nestes períodos podem ser introduzidas ordens no sistema que são executadas às 9:30 e 15:00, respectivamente aos melhores preços. Das 9:30 às 14:00, funciona o Sistema de Quote Driven.

 
1.11 - Quem são as pessoas presentes na negociação?
 
O sistema dispensa a presença de operadores/investidores num único espaço. Cada IF tem instalado nos seus terminais, o sistema de negociação para introduzirem as ordens de compra ou de venda.

 
1.12 - Quem são considerados os intermediários da Bolsa? Qual o seu papel?
 
BCA, CECV, BCN, BAI e BI
 
  • a recepção, a execução e a transmissão de ordens de investimento;
  • a abertura das contas de registo das operações e depósito dos valores mobiliários;
  • a gestão de uma carteira de valores;
  • a consultoria para investimento;
  • a concessão de crédito para investir;
  • a prestação de Informações sobre o mercado para que o investidor possa tomar uma decisão fundamentada.
1.13 – Pode-se passar os títulos para nome de outras pessoas?
 
Não se pode passar os títulos para o nome de outrem.
 
1.14 - Quem são as pessoas que trabalham na BVC? Qual é o papel dessas pessoas?

A Bolsa é uma sociedade anónima de capitais exclusivamente públicos. No entanto, como não deixa de ser empresa, e por ter a sua autonomia financeira, adoptou desde o inicio de reabertura (em finais de 2005) um quadro de pessoal curta e jovem e com formação superior na área do mercado financeiro.
 
As pessoas que trabalham na bolsa limitam à consecução dos objectivos da instituição.
Damos formações, supervisionamos e controlamos o sistema de negociação, realizações grandes operações como OPV e OPS.

 
1.15 - Certamente que a BVC recebe alguma percentagem sob a transacção (dos produtos). Qual é essa percentagem? É igual para todas as empresas? Qual é o destino desse valor?
 
As receitas da bolsa são provenientes das taxas de bolsa que são cobradas nas operações de bolsa. A bolsa cobra também comissão de custódia às entidades emitentes (empresas). Existe ainda a comissão de manutenção de títulos. A cobrança é feita sobre o montante das operações. As taxas são iguais para todas as empresas e investidores. A diferença está no tipo de produto:
 

Taxa de realização de operações de bolsa
0,75‰ (0,00075)  – Para operações realizadas sobre títulos Públicos
1 ‰ (0,001) - Sobre obrigações privadas;
1,25‰ (0,00125) – Sobre acções e outros valores mobiliários
 
O destino das receitas (poucas como deve perceber) da Bolsa vai para a própria gestão da Bolsa. Pagamento de custos funcionais e operacionais.
No âmbito da lei de macenato, apoiamos organizações sócio-culturais, escolas e estabelecimentos hospitalares através de patrocínios e outras formas de apoio.

 
1.16 - A BVC estabelece conjuntamente com as empresas as regras que regem as negociações dos produtos ou elas são estabelecidas somente pela BVC?
 
As regras de negociação e de funcionamento da Bolsa são estabelecidas pela Bolsa e pela Auditoria do Mercado de valores Mobiliários (AGMVM), órgão do Banco de CV responsável pela supervisão da actividade da bolsa.



« voltar

Achada de Santo António n.º 16 C.P. 115/A (+238) 260 30 30/31/32 (+238) 260 30 38 bvc@bvc.cv